até que eu sinta algo também

Beija meus lábios ressacados
E puxa pra ti o que há tempos não é de ninguém
Enrosca meus dedos congelados

E
toca,
testa,
até 
que
eu 
sinta 
algo 
também.

0 Comentários: