mundo.

O mundo em volta parece errado
Agora que você foi embora
Te puxo aí do passado
E nos pergunto se já não passamos da hora
[há horas]

O que faremos agora?
O mundo gira ao contrário
Arranco as páginas futuras do calendário
Os dias que virão serão todos de solidão
Os dias que virão, todos em vão

Cortei as unhas que te arranharam
Tua pele dentro de minha pele
O mundo e o céu já cansaram
De me colorarem dentro do que sempre me repele
[me expulsa]

Fui expulsa para longe
E hoje, hoje que você foi embora
Nada mais interessa
O mundo lá fora é apenas mais um ato em tua peça
[destino]

E eu salto direto para o fim do mundo
E lá te espero voltar
Te espero em desespero.

0 Comentários: