Há aquele momento, aquele brilho que ofusca os olhos, aquele milésimo de segundo em que você fica sabendo. Você apenas sabe. Sabe que o ama.


  "Mas você. Eu soube que te amava no momento em que minha cabeça descansou sobre teu peito e minhas mãos te apertaram forte, pedindo silenciosamente que não me deixasse e eu dormi como nunca antes havia dormido... Protegida e salva."
 

0 Comentários: