The Best Thing


Cama bagunçada
Travesseiros trocados
Mãos dadas
Aqui dentro não existe passado

Seus olhos claros que uso de espelho
Refletem o sorriso e talvez algumas gotas do meu medo
Seu novo perfume que agora já é velho
Gruda em minha pele apenas imitando teus dedos

E eu peço que não me olhe assim
Como se olhasse diretamente na alma
Me roubando suspiros enquanto eu roubo tua calma
Não me roube de mim

Me deixe trancada no meu próprio mundo encantado
Que nada tem de dourado
E tudo tem de escuridão
Me deixe aqui quieta com o meu ainda dolorido coração

Que sangra a cada batida
Tumtum. Dor. Tumtum.
É que ainda é estranho ver a melhor coisa que poderia ter aparecido na vida
Bem na minha frente, como se fosse qualquer um
E não você.

A cama continua bagunçada
E os travesseiros agora estão em seu devido lugar
Nossas mãos, agora separadas
Anseiam de saudade, anseiam por tocar

Qualquer coisa. A melhor coisa. Teu coração.
A melhor coisa que já foi minha.
                                                                       



0 Comentários: