Esquece e vai sorrir.


“Ninguém acredita em meus sorrisos e em minhas risadas. Há vida lá fora sem ti e eu quis sair. Estou do lado de fora e, pela primeira vez, não a tua espera. Talvez eu nunca mais volte a entrar, e talvez você nunca mais saia. Estamos, mais uma vez, em caminhos diferentes. “Divididos”. Aqui fora é frio, mas eu vou sobreviver, já estive aqui antes e soube aproveitar cada segundo. Não soube? Eu vivia antes de você aparecer e me estragar e continuarei a viver agora que sumi. Estragada ou não. Querendo ou não conserto. Não preciso ser colada, estar partida faz bem a minha alma, me faz sorrir, mas do que sorria em teus lábios.
Sorriso que ninguém acredita, mas que é verdadeiro. Eu esqueci e vim sorrir, como te prometi.
Sorria também, mas não me esqueça.”

0 Comentários: