10.10.11


Te sinto por debaixo da pele
Pinicando e fazendo meu sangue correr
Meu olhar te esconde e não peça para que eu te releve
Tenho medo de te deixar se perder

Tu, que escorres pelos meus olhos
Mancha meu rosto com sal
Que pinga nas minhas feridas
E me faz mal, tanto mal

Me deixa em muitas vidas
Nenhuma delas completa
Contigo em meu olhar
Não consigo ver a direção certa

Acho que vou me sentar
E esperar
Alguma solução cair do céu
Ou algum anjo

Mas o anjo se esconde em meu olhar
E mora dentro de mim
No meu coração

Mas não me segura a mão.

O anjo que mora embaixo da minha pele
E acelera meu sangue
Correndo... Correndo...

Correndo por ti.


0 Comentários: