Uma das Cartas


"Letras maiúsculas me incomodam, parecem gritos. Tapo os ouvidos e não quero ler o que escrevo gritando. Sangrando. Pelo menos o sangue traz alguma cor para ti, vida. Vermelho.
Por que os nomes têm que ser escritos com sua primeira letra em maiúscula? A gente aprende isso desde pequeno e nunca questiona, nem naquela fase do “por que o céu é azul?”.
Assim, toda vez que alguém escreve meu nome, me encolho como se me gritassem. Às vezes, levanto apressada como se precisassem de mim. Às vezes, simplesmente ignoro, tapo os ouvidos mais uma vez.
Mas quando você escreve meu nome, parece um sussurro, um leve roçar de lábios e dentes contra carne... Quando você escreve meu nome, eu quero ir onde você está.
Nem que seja no inferno."

1 Comentários:

  • • Ӗwerton Ľenildo. | 25 de fevereiro de 2012 19:25

    Que trechos lindos *--*
    Essa carta deve ter sido, ou é linda :D Adorei.
    Estou seguindo seu cantinho com maior prazer viu? :D
    Sucesso SEMPRE, sinta-se convidada a visitar o meu também hehe
    Beeijão ;*

    Ewerton Lenildo - Academia de Leitura
    papeldeumlivro.blogspot.com
    @Papeldeumlivro