Estou Indo Embora


Essa minha mania de correr
E deixar tudo para virar passado
Me fez te perder
No meio do nosso caminho já traçado

Hoje já não me sorri como sorria
Antes de eu dizer que nunca mais voltaria
Hoje já não me vê como via
Quando eu era tudo pelo qual vivia

Te perdi em algum momento
E isso dói tão fundo que pareço sangrar
Quando o sofrimento
Nada me traz além de um tolo chorar, sufocar, soluçar, implorar

Abraço o travesseiro contra o rosto
Te escondo os gritos que não escuta
Me perguntando o que diabos aconteceu conosco
Quando você já me abandonou no meio da luta

Fui derrubada por um só golpe
E hoje me afogo nas lágrimas que jurei nunca derrubar
Querendo te derrubar ao chão também
E te provar que não podemos viver com outro alguém

Porque eu voltei
E você sabe que foi por ti
E eu sei
Que eu já te menti

Mas hoje eu te quero
Espero
Venero

Só abre a porta
E me abraça
Como quem se importa

Como quem me ama
Como quem...

Ainda não perdi.

Diz que ainda é meu
E que nunca me esqueceu.

Diz.

Só pra eu ir embora de novo
Mas ir feliz.

0 Comentários: