Sabor de Lágrimas


A simples ideia de te machucar
Me machuca
Eu que sempre te fiz chorar
E tenho medo de nunca
Nunca conseguir fazer alguém sorrir

Porque gosto do sabor das lágrimas
Quando beijo bocas sedentas
Porque é com as vítimas
Que a minha circulação aumenta e esquenta

Te roubo o coração
Apenas para quebrá-lo em pedaços
Pequenos demais para serem colados

Piso as lascas sangrentas ao chão
E te estendo os braços
Para que jamais fiquemos separados

Te maltrato, te ato e te desato
Te reviro ao avesso, amasso e jogo para longe
Mas não te quero assim tão longe, porque tenho saudade
Do teu chorar.

Mas me machuco tanto
Ao te machucar
Que aqui do meu canto
Tenho até medo de esticar a mão e te tocar

Te ferirei com meu toque frio
Por isso, vou embora e nem olho para trás
Meus cabelos ao vento no infinito perdem seu brio
E eu te deixo em paz.

Vá viver.

0 Comentários: