Ele disse “eu te amo”
Ela disse “eu também”
E eu desliguei a televisão
Antes que algo mais perfurasse meu coração

Ele diz que não consegue pensar em mais ninguém
Eu troco de estação
Essa música me machuca também
Eu queria te ter na minha mão

Tudo conspira a seu favor
A televisão, o rádio, o computador
Os filmes, as músicas, as mensagens
O fim de tarde e até esse calor

O heroi do livro diz amá-la além da vida
Ela responde que ele sempre foi sua única saída
E eu jogo o livro pela janela
Querendo destruir a todos, a ele e a ela

O casal do outro lado da rua
Dá risadinhas apaixonadas
É claro, ontem à noite ela estava nua
E hoje suas mãos estão grudadas
Eu acho que posso vomitar

O cartaz da esquina diz que conseguem trazer meu  amor de volta em três dias
E a dor vem junto? As lágrimas em todas as pias da casa?
Não sei se quero. Mas a saudade tem asas
E quando menos espero... Ela voa até você.

O lençol tem seu cheiro
Acho que vou pegar meu isqueiro
E tacar fogo em tudo que era teu
Quem dera destruir também aquilo que meu coração não esqueceu

Se eu dormir, eu não vou sonhar
Então boa noite.
E saudade, voe bem longe e trate de não voltar.
Você não deixará saudade.

0 Comentários: