As Palavras que Roubei Dela.

E eu tenho duvidas demais
Me sinto cada vez mais vazia
Querendo o mundo e algo mais
Sentindo o que não sentia


Inveja
Outro pecado que não quero sentir
Já basta a luxuria que quer roubar meu corpo
E eu tenho medo de mentir


Desejos
Eu tenho tantos
E cada dia surge um novo
Para me corroer a alma
E eu penso: “calma, calma”


Calma o caralho
Não sou carta de baralho
Para ficar de mão em mão
No meio de um jogo de azar


Quem é que vai levar?
Não sou prêmio.
Nem quero consolação
Só quero teu coração.


Só.
E o mundo.
Só.
E o resto disso tudo.
Só.


acho que é hora de dar Tchau.

0 Comentários: