Prisão Interna

Prisão Interna

Me tranquei fora do mundo
Desperdicei chances, desperdicei tudo
Tentei me proteger do amor
Não queria sofrer, tive pavor

Disse “não” tantas vezes
Que nem sei se sei dizer “sim”
Fugi por dias e meses
E essa fuga para dentro de mim doeu apenas em mim

As rimas sem sentido
São as mais pobres
Todos os meus pedidos não atendidos
Foram considerados nobres

E eu disse não a paixão
Recusei beijos, abraços, apertos de mão
No meu quarto ninguém pode entrar
E o meu coração não sabe amar

Não fique perto
Nem tente me tentar
Você e nem ninguém é “O Certo”
Nem adianta se humilhar, implorar

Não quero teu amor
Nem sei se sei o que é amor
Não sei se quero esse tal de amor
Não sei, meu amor...


ACHO QUE É HORA DE DAR TCHAU ! (:

0 Comentários: