Relógio Perdido

Um dia resolvi te desenhar
Criei o par perfeito
Aquele que não me fizesse chorar
Que invadisse meu peito a torto e a direito

Quis saborear tua boca
Me lambuzar com cada hálito diferente
Talvez fosse apenas mais uma paixão louca
Ou um hábito chato, persistente

Esse meu hábito de me apaixonar pela errada
Por pessoas desenhadas
Por ilusões criadas pelo meu coração
Ilusões que me fizeram ouvir trezentas vezes a mesma canção

Teu desenho num papel borrado
Teus olhos num céu dublado
Meu dedo sem o tal anel dourado
Meu coração feito corcel indomado, já cansado

E eu cansei do amor
Da ilusão, do frio e calor
Cansei do meu coração feito tambor
Que bate, bate, bate

Tipo o tique-taque
Daquele teu relógio perdido
E o perdido sou eu
Você me esqueceu...


ACHO QUE É HORA DE DAR TCHAU! (:

0 Comentários: