Sem Risadas

É como se o tempo, a Terra, o vento e todo o resto tivessem parado...
E o que eu fiz? Eu ri.
Eu ri na cara do perigo
Eu debochei ao invés de pedir ajuda e admitir que não consigo

Eu soltei gargalhadas ao ouvir um “eu amo você”
Eu tranquei minhas risadas quando disse “E agora, o que vai ser?”
Eu virei os olhos quando me deparei com a verdade
E fugi com um sorriso irônico para esconder minha vontade

Soltei uma piada depois que o cansaço me derrubou
Disse qualquer coisa ou nada quando me contou sobre o que sonhou:
Comigo
Então larguei aquela idiota e desprezível frase “somos só amigos”

E onde foi que isso tudo me levou?
Todo esse sarcasmo e ironia valeram a pena?
Em que todo esse mau humor, excesso de humor resultou?
Nada que eu saiba... Você desistiu e se distanciou.

Eu quero fazer uma cena, quero enfim gritar que eu...

Eu amo você também
Sei que até agora não percebeu
Mas eu não consigo respirar com mais ninguém
E se meu amor, você já me esqueceu...

Rebobine só um pouco a fita
E vejamos de novo a minha cena
E se nas minhas palavras você ainda não acredita
Eu beijarei você, tocarei você, amarei você e farei outra cena, uma obscena

E se mesmo assim você achar que eu estou brincando
Que é só mais uma das minhas pegadinhas
Segurarei forte a sua mão e direi que sem você eu não estou respirando
Que é você ou eu só sozinha... Não tem mais ninguém

Mas se você disser “até que enfim”
Eu te apertarei forte e direi de novo: “eu te amo também”
E não me importo com o que pense de mim
É você, só você...somos apenas um alguém...

Não mais rio.


ACHO QUE HORA DE DAR TCHAU! (:

0 Comentários: