De Cor

Você sabe ler pensamentos
E eu tenho que admitir que odeio isso
Você sabe de cor a previsão do tempo
E não preciso fingir que há algo de útil nisso

Você sabe falar palavras indigitáveis
E eu gosto de tentar falar
Você fala que o fim do mundo e o caos são inevitáveis
E eu daria de tudo para tentar evitar

Você entende os rabiscos do meu diário
E eu acho isso constrangedor
Você anota dias especais no calendário
E eu acho isso desnecessário e sem valor

Você sabe de cor aquela música dos anos oitenta
E eu não sei nem o primeiro verso
E quando você vem e se senta
Um pouco mais de espaço eu peço

Sabe por que?
Por que senão a vontade de querer te tocar me ganha e eu...
E sabe por que?
Porque meu corpo sente uma saudade tamanha do teu

É possível sentir tanta falta daquele lugar onde nunca esteve?
Pois é exatamente assim como me sinto
Minha boca e garganta sentem sede
E eu não minto, quero estar ai dentro de ti, grudado e sem lugar para ir

E de que me adianta tentar me impedir
Se eu sei que o tempo passou apenas para eu evoluir, crescer
E vir buscar você?
Não me deixe esquecer

Esquecer das minhas promessas em vão
Da minha pressa de preencher tamanho vão
Das minhas peças caídas no chão
Dessa nossa peça de ruim interpretação

Porque você sabe de cor todas as minhas frases
Porque você sabe a minha cor preferida
Porque você entende que assim como a lua eu também tenho fases
Porque você entende o modo que eu quero viver minha vida

E sabe por que?
Porque eu amo você
E sabe por que?
Por que você me ama sem saber

E que saber?
Eu vou te deixar entender e quando você chegar
Eu vou dizer:
"Eu amo você"

ACHO QUE HORA DE DAR TCHAU! (:

0 Comentários: