(Sem Nome)

Você sente saudade?
Pois eu não.
Eu não, eu não, eu não consigo mais fingir!

E quer saber a verdade?
Você tem TODA a razão
Eu sou fraca demais para mentir e para fugir...

Mas eu não quero mais ter que fugir
Quero segurar tua mão
E ir embora daqui ao teu lado

Você irá ter coragem para me dizer não?
Você escolherá errado sabendo que está errado?
Porque eu sou o teu certo...

Eu fui desenhada para teu toque
Tua mão foi desenhada para estar na minha
Então não se equivoque e não me deixe sozinha

Nunca mais
Nunca mais
Você promete? Você jura?

Seria tão fácil se fosse assim, não?
Mas nunca se acha aquilo que se procura
Achando que tudo está ruim, não?

Então como eu achei você?
Minha vida estava ruim, pior que isso.
Então eu lutei para tentar ver o que não se vê

O amor?
Não, coração, o ‘não-amor’
Porque o amor você vê chegando
A rejeição não...

Ela já chega te pegando
Te enrolando, te enganado, te puxando
Dizendo que tudo vai bem quando não se tem nada nem ninguém

E sabe o que eu tenho nesse momento?
Nada, porque eu não tenho você
E sabe o que eu faço com o sofrimento?

Escondo no peito de um jeito que você não vê
Porque tenho vergonha
De amar aquilo que não sonha
De amar aquele que não sabe sonhar

Porque eu sonho
Sonho tanto que nem sei mais o que é real
Porque eu te quero e isso não pode ser completamente normal

Por que?
Olhe bem para você
Você não é aquilo que eu sonhei, que eu desenhei
Que eu inventei nas minhas historias de dormir

Mas isso não importa
E eu não vou mais fugir
Amar é amar aquilo que afrouxa, mas não se solta
E eu não vou te deixar cair

Nunca mais
Nunca mais...



EU ACHO QUE É HORA DE DAR TCHAU!

0 Comentários: