Festa Junina de 2007

O que eu fiz a ti me faz chorar
Me lembro da tua maneira dedicada de me cuidar
Como pude não conseguir te amar?
Como pude simplesmente te desprezar?

Mentira, nunca te desprezei.
Eu te abraçava, te cuidava, até te beijava, mas não te amava.
Sacanagem, é, eu sei.
Mas eu sinto a tua falta, isso é algo ruim?

Queria ter teus braços em volta de mim
Como naquela vez
Quando me levou até em casa
Sua timidez contrastava com a minha rigidez
Mas você não me soltou

Você nunca me soltou
Mas quem te prende sou eu
Quero que sejas feliz
Quero que digas que me esqueceu
Quero que me odeie por tudo que te fiz, que não fiz.

Droga! Quero acariciar teu familiar rosto
Como naquela manhã de agosto
E dizer que te amo e sempre amei, só de que maneira diferente;
Não como deveria ser, não é suficiente.

Você não merece um amor-irmão
Você merece ter um corpo que retribuía tua paixão
Você merece uma boca que te beije de maneira quente
E não como eu, indiferente.

Você merece dois olhos que te olhem brilhando amanhã
Você merece duas mãos que te toquem sem um corpo que se retraia
Você merece alguém que desfrute do teu gosto de maçã
De alguém que te segure caso caia

Eu poderia te segurar, é o que quero fazer
Mas não posso e talvez não mereça te amar, não quero fazer
Sou complicado, um bicho errado e mal ajustado.
Você merece perfeição e não apenas afeição

Droga! Afeição
É isso que sinto
É tão pouco, é tão estupidamente pouco
Mas não minto e sim isso até pode te deixar louco

Te amo sim
Mas não te quero pra mim
Te amo demais sim
Amigos até o fim


ACHO QUE É HORA DE DAR TCHAU ! (:

0 Comentários: