(sem nome)


***


Jamais vou dizer “eu te amo” novamente
Vou apenas dizer “eu também”
Posso não sentir exatamente o que você sente
Mas eu sei do que posso ou não viver sem

E eu não posso viver sem você
Mas eu vivi assim durante anos
É só tentar reaprender
E esconder todos os danos

Esconder as lágrimas é fácil, sabia?
Nunca as escondi de você
Mas a primeira vez chega um dia
E hoje eu vou me esconder

Vou fingir meus melhores sorrisos
Vou dizer que não preciso tanto assim do que temos
Vou dar motivos evasivos
E dizer que é melhor nos esquecermos

As palavras que um disse eu lhe disse
Jamais saíram de novo pelos meus lábios
Pode parecer bobo e até mesmo criancice
Mas jamais falarei que seus conselhos sempre foram os mais sábios

Jamais direi que alguém é tudo para mim
Pelo menos não de verdade
Sei que as coisas não precisavam ter sido assim
Mas não sei fazer as coisas pela metade

Não posso mais olhar nos teus olhos e ver tamanho amor
Amor que eu não sei retribuir
Prefiro sim viver com a dor
Do que tentar e não conseguir sentir

Você disse que era para esquecermos dessa conversa
Que apenas “eu” era suficiente
Que me amava e vice-versa
Que sem mim viverá doente

Mas eu não sou o bastante
Não posso te dar tanto amor e dedicação
Achei que podia antes
Mas agora a realidade me deixou em depressão

E o desânimo me ganhou
Você sempre será minha lembrança preferida
Mas a vida vivida me lembrou que eu não
Apenas “eu não”

Fomos feitos um para o outro
E o destino encontrará uma outra maneira de nos unir
Pode demorar um pouco
Mas sei que esse dia vai existir

Mas até lá eu seguirei amando pela metade
Escondendo o que sinto de verdade
E voltando ao sonho que era viver ao seu lado
Mas me prometa que não voltará do passado

Me esqueça e seja feliz com alguém que te dê tudo que merece
Com alguém que saiba retribuir seu lindo amor
Com alguém que não viva nesse sobe-desce de emoções
Com alguém que jamais lhe causará dor, rancor, pavor

Desculpe, mas eu não te amo o suficiente
E isso não é o suficiente para você
Você não merece isso

Então me deixe aqui para que eu entenda o que isso significa e tente te esquecer...

PS"Esse *** no título é o título...ééér...não entendeu? Me deixe explicar então... Na verdade, eu não sei que título dar a essa poema, por isso os ***, criativo, não?" ¬¬'


É Hora de Dar Tchau! (:

0 Comentários: