Erros e Provações a Ninguém Em Particular

Oieeeeeeeee

Eu acabei de escrever esse poema, tipo, agora mesmoo!!
Espero que gosteem e prometo que daquii a pouco posto mais alguma que não seja poemaa!!!!
Booom...leiaam (:
Erros e Provações a Ninguém Em Particular

Eu fui muito longe
Tentando provar a todos e a mim
Que eu sou forte
Que eu posso tudo e sei de tudo

Mas apenas hoje
Eu entendo que não é bem assim
De que adianta ser forte
Se você ainda se trata como um surdo mudo?

Porque eu passei tanto tempo
Não ouvindo nem vendo minhas reações
Esnobando meus sentimentos
Ignorando ações e opções

Eu fugi do amor
Acreditando que também fugiria da dor
Foi um erro a mais
Pois me privando de amar, eu sofri ainda mais

Pois eu não tinha aquele peito a quem me deitar
Pois eu não tinha aquela mão a quem segurar
Eu não tinha um plano de fuga
Eu não tinha um refúgio, nem um esconderijo

E hoje sei que não é o amor quem suga
O amor não quer roubar tua alma e tuas vontades
E não importa se eu ainda finjo
Eu sinto saudade

Querendo ou não
Eu sou fraco demais e admito que errei
Amando ou  não
Eu sei que não foi apenas eu quem errei, eu sei

Você agiu por impulso
E eu errei po incompetência
Todos nossos sentimentos foram expulsos
Mas eu preferi a carência

Por quê?
Porque eu sou difícil e complicado
Porque quando eu quero, caio que nem míssil
E detono teu futuro e meu passado

Destruio sorrisos e sorrio com isso
Causo dor ao meu próprio coração
E não choro porque chorar é que nem vício
Você tenta parar, mas não é capaz nem de segurar sua respiração

E eu quero parar
E eu quero poder me olhar no espelho sem me achar estranho
Eu quero poder conseguir voltar a respirar
Sem pensar em teus olhos castanhos, castanhos

Esses olhos que não me dizem nada
Que mais parecem um mar vazio e morto
E essa tua boca tão calada
Me deixa insatisfeito e um tanto torto

Pois eu não sei em que direção seguir
Não sei se é certo não agir
Mas mesmo assim não descruzo meus braços
Ainda ajo como se estivesse morto de cansaço

Quando na realidade eu estou morto por você
Eu estou vivendo por você
Pela sua respiração aqui do meu lado
Pela sua imaginação de me desenhar em cima de um cavalo alado

E eu sei que isso é errado
Pois eu não sei amar
Não sei dizer 'eu te amo' nas horas certas
E eu vou te cansar
E viveremos em noites quietas

Pois sou tedioso
E nem as rosas me querem como petalas
Pois sou perigoso
Que nem a noite me quer como estrela

E eu quero tê-la
Eu quero ter a noite para mim
Eu quero tanto que chega a doer
E eu sei que não pode ser assim

Mas eu quero e vou sempre querer
Da mesma forma que você quer o fim
O nosso fim
O meu fim


0 Comentários: